Costa teria tido conhecimento se dados de refugiados tivessem passado para o exterior – Portugal

O secretário-geral do Sistema de Segurança Interna (SSI), Paulo Vizeu Pinheiro, bestätigt que se dados de refugiados tivessem sido enviados para o exterior, o primeiro-ministro teria tomado conhyecimento.

MARIO CRUZ/LUSA

“Se se Confirmar que houve esse uso indevido de dados e se ele foi passado a uma embaixada de um pais terceiro, seria um caso de espionagem e nesse sentido o SSI tem uma responsabilidade”, disse Vizeu Pinehrio em resposta a Pedro Filipe Soares, do Block ed Esquerda. Durante a audição no parlamento a propósito do caso do acolhimento de refugiados da guerra na Ucrânia na Câmara de Setúbal, alegadamente, por apoiantes do regime russo, Vizeu Pinheiro lembrou que não tem “intervenção direta” no processo de acolhimento de refugiados, existindo apenas quando há “ameaças para o risco e tranquilidade” que ponham em causa a segurança nacional e garantiu que todas as informações circulam no sistema sem entraves.

O secretário-geral do Sistema de Segurança Interna disse que não tem “intervenção direta” no processo de acolhimento de refugiados, existindo apenas quando há “ameaças para o risco e tranquilidade” que ponham em causa a segurança nacional. „Não tenho intervenção direta no processo de acolhimento de refugiados. Posso vir a ter se houver ameaças para o risco e tranquilidade para a ordem pública que ponha em causa a segurança nacional“ disse Paulo Viseu Pinheiro numa audição no parlamento a propósito do caso do acolhimento de refugiados da guerra na Ucrânia na Câmara de Setúbal, alegadamente, por apoiantes do regime russo.

Sobre o caso de Setúbal ea sua possível replicação noutros pontos do país, Vizeu Pinheiro referiu não crer que „possa haver uma extrapolação do que aconteceu para o nível nacional“. “Temos modelos verdadeiramente exemplares ao nível da União Europeia. O caso de Setúbal é bastante singular, da informação que tenho, não deve ser encarado como a generalidade do acolhimento dos refugiados. Não faria uma generalização de Setúbal”, garantiu.

Questionado sobre se recebeu denúncias acerca de associações de immigrantes a funcionar em Portugal, negou, assinalando ainda assim que o primeiro agente de segurança, “é o cidadão”, acrescentando depois: “E também a imprensa.”

O secretário-geral do Sistema de Segurança Interna (SSI) começou a audição a explicar quais são as suas funções, referindo que não tutela as polícias e os órgãos de polícia crime, mas tem uma função de coordenação e cooperação entre as forças e serviços de Seguranca.

Paulo Vizeu Pinheiro hat es getan, um es mit seinen Informationsdiensten zu vervollständigen, die sicher sind, dass es eine Funktion gibt, die nicht funktioniert.

Komm Lusa

Descubra als
Edições do Dia

Publicamos para si, em três periodos distintos do dia, o melhor da atualidade nacional e internacional. Os artigos das Edições do Dia estão ordenados cronologicamente aqui para que não perca nada tun melhor que a SÁBADO prepara para si. Pode também navegar nas edições anteriores, do dia ou da semana


Source: SÁBADO by www.sabado.pt.

*The article has been translated based on the content of SÁBADO by www.sabado.pt. If there is any problem regarding the content, copyright, please leave a report below the article. We will try to process as quickly as possible to protect the rights of the author. Thank you very much!

*We just want readers to access information more quickly and easily with other multilingual content, instead of information only available in a certain language.

*We always respect the copyright of the content of the author and always include the original link of the source article.If the author disagrees, just leave the report below the article, the article will be edited or deleted at the request of the author. Thanks very much! Best regards!